Ouça agora na Rádio

Ouça agora

AGER autua e apreende carros de aplicativo da cidade de Aripuanã em Juína

Postado em 26/07/2021 por

Compartilhe agora.

Uma ação da AGER (Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Mato Grosso) deflagrada na manhã de hoje resultou na apreensão de dois veículos de transportes de passageiros da cidade de Aripuanã, que estavam vindo para a cidade de Juína com lotação de passageiros. Um ônibus também foi apreendido.

A ação dos fiscais da AGER começou há dias com monitoramento dos carros de aplicativos que transportam passageiros e teve apoio de policiais militares de Cuiabá.

A reportagem ouviu os proprietários dos veículos que ficaram revoltados e surpresos coma ação.

Evandro Janelo, um dos condutores que teve o veículo apreendido conversou com a imprensa se mostrando bastante revoltado com a situação, alegando que foram pegos de surpresas, pois, estão legalizados para trabalhar no município de Aripuanã nunca foram notificados sobre a não autorização para trabalhar no transporte intermunicipal, ou seja, trazer passageiros de Aripuanã para a cidade de Juína.

De acordo com os relatos do condutor, uma equipe de fiscais o abordou e com armas em punho, deu ordens para que parasse o veículo e comunicou a apreensão, seguida de multa, deixando o condutor revoltado com a situação, alegando que os ônibus que saem de Aripuanã com destino a Juína, não atendem à demanda de passageiros, levando muitas pessoas a procurar os serviços de transporte “Uber” que também é mais ágil e facilita a vida das pessoas.

Outro condutor que teve o veículo apreendido foi Lucas Mota Da Silva, que também conversou com a imprensa e relatou que foram surpreendidos pela fiscalização da AGER, que solicitaram a documentação do veículo e dos passageiros que tiveram que assinar um termo não explicado.

Segundo o condutor Lucas Mota, a fiscalização alegou que o veículo usado como “Uber”, poderia transportar apenas um passageiro por vez e não trabalhar com o sistema de lotação, e ressaltou que nunca recebeu notificações e orientações sobre as proibições do transporte de passageiros, ficando com o prejuízo de ter o veículo apreendido e uma multa de valor ainda não estipulado para poder pagar e liberar o carro.

Nenhum dos fiscais quiseram gravar entrevista.

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.