Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Com ajuda da bancada, governador propõe assumir execução de obras da BR-174

Postado em 17/07/2021 por

Compartilhe agora.

OGoverno do Estado, com auxílio da  bancada federal e estadual, vai propor que o Governo Federal autorize o Estado a assumir as obras de pavimentação de 272 km da BR-174, entre Castanheira e Colniza.

A proposta foi articulada na manhã desta sexta  (16), durante reunião do governador Mauro Mendes (DEM), do vice Otaviano Pivetta (PDT) e do secretário de Estado de Infraestrutura, Marcelo de Oliveira, com integrantes das bancadas.

Participaram da reunião os senadores Carlos Fávaro (PSD), Jayme Campos (DEM) e Wellington Fagundes (PL); o coordenador da bancada federal, deputado Doutor  Leonardo Albuquerque (Solidariede); além dos deputados federais Neri Geller (PP), Nelson Barbudo (PSL) e Rosa Neide (PT); o presidente da Assembleia, Max Russi (PSB); e o deputado estadual Eduardo Botelho (PSB).

Conforme ficou definido em reunião, se autorizado pela União, o Governo do Estado vai aportar R$ 100 milhões e a bancada federal outros R$ 80 milhões em emendas anualmente, pelo período de três anos. A Assembleia   também estuda colaborar com contrapartida financeira.

“Aqui pelo Governo do Estado, realizar essa obra demandaria menos burocracia e menos espera, pois não dependeríamos de legislações e trâmites em órgãos federais. O custo da obra nos moldes do Governo do Estado também seria muito menor, e sem perder qualidade. E é isso que queremos: resolver o problema da BR-174, que causa muito transtorno à população”, afirmou o governador.

O secretário de Estado de Infraestrutura, Marcelo de Oliveira, destacou que a proposta formulada representa “algo histórico” para toda a região e para Mato Grosso como um todo.

“Essa é uma área que está em franco desenvolvimento. Essa obra vai melhorar o ir e vir dessas pessoas que vivem na região, melhorar o transporte intermunicipal, melhorar a Saúde, a Educação e, logicamente, o escoamento da produção” registrou.

Polêmica

A reunião de integrantes da bancada com o governador Mauro Mendes gerou polêmica entre   Rosa Neide e o deputado federal bolsonarista José Medeiros (Podemos). Isso porque a petista publicou, em grupo de Whatsapp que o Governo do Estado pretende assumir o trecho da BR-174  porque a  rodovia é federal e deveria ser pavimentada pela União.

 No entanto, segundo Rosa Neide, o “governo Bolsonaro não fez 1 metro de asfalto em Mato Grosso. Por isso, diz que  Estado e a bancada vão retomar a obra com emendas e a contrapartida do governo estadual.

 Já Medeiros, que é desafeto do governador e não compareceu ao Palácio Paiaguás,  se manifestou acusando Rosa Neide de “mentir”. Segundo ele, quem não fez 1 palmo de pavimentação foram os governos petistas.

 Além disso, acusou os petistas “encravados na Funai” de travar o  licenciamento de várias rodovias no país e em  Mato Grosso. Disse ainda que a obra da BR-174 foi destravada pelo governo federal e que o Estado está “sentado” há quase 1 ano no licencimento que lhe cabe.     

  “A manutenção deveria também ser feita pelo Governo do Estado por convênio firmado, não está sendo feita”, afirmou. (Com Assessoria)

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.