Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Em ato, Medeiros discursa em defesa do voto impresso e critica presidente do TSE

Postado em 17/05/2021 por

Compartilhe agora.

Deputado federal José Medeiros (Podemos) discursou em defesa do voto impresso nas eleições de 2022 durante manifestação de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), denominada Movimento Brasil Verde e Amarelo, neste sábado (15). Opinião dos manifestantes é de que urna eletrônica não é confiável. No discurso, o deputado ainda atacou posicionamento do ministro Luís Roberto Barroso, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE)

“Tudo o que é sistema do mundo já foi invadido, mas a urna eletrônica do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não. Ontem eu vi uma fala do [presidente do TSE] Barroso dele falando sobre as urnas, que quem defende o voto impresso está fazendo discurso político. Isso é um desrespeito a todas as pessoas que estão aqui”, disse.

Conforme opinião de Barroso, que participou de cerimônia de lançamento de uma campanha do tribunal sobre a segurança e transparência da urna eletrônica, mudança para o voto impresso seria inútil relativamente ao discurso da suposta fraude.

“Esse é um discurso político. Nos Estados Unidos, havia voto impresso e boa parte dos que defendem o voto impresso no Brasil disseram que houve fraude nas eleições dos Estados Unidos. Então, ficaríamos no mesmo lugar”, afirmou o presidente.

Para o ministro, a introdução do voto impresso seria um “retrocesso” capaz de provocar a judicialização” das eleições.

Democracia

Conforme noticiou o , diversos mato-grossenses também compareceram ao evento, que aconteceu em Brasília. De uma forma ampla, manifestação é em defesa da família, de Deus e do fim da urna eletrônica.

“Democracia é o respeito às leis e à força do povo. Coisa que o STF [Supremo Tribunal Federal] precisa aprender. Coisa que o Congresso Nacional precisa aprender. Nós elegemos um presidente da República. Os caminhoneiros e produtores desse país estão aqui para dizer ‘respeitem o meu voto'”, finalizou o parlamentar.

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.