Ouça agora na Rádio

Ouça agora

HERANÇA MALDITA

Postado em 13/06/2019 por

Compartilhe agora.
Rdnews

Na meio da guerra financeira do Estado, que ostenta números robustos de despesas com folha de pagamento, o governador Mauro Mendes disse, sem citar nome, "e;que um determinado governador, tempos atrás, deu 100% de aumento de salário para uma categoria (não revelou qual) para vigorar nos próximos 10 anos"e;. O benefício entrou empurrado pelas progressões de carreira.

Observa que faltam cinco anos para esse reajuste começar a valer efetivamente, pois está chancelado em lei. Classifica isso de absurdo, pois demandará cerca de R$ 1 bilhão só para cobrir o aumento, que representaria a cobrança do dobro da alíquota de ICMS que todos mato-grossenses pagam hoje sobre energia elétrica.

O chefe do Executivo tem recorrido aos números, nos discursos, para desconstruir o movimento do Sintep, que levou os profissionais da educação à greve. Disse está impedido legalmente e por dificuldades financeiras de conceder reajuste salarial pleiteado pela categoria. Enfatiza que, se o Estado fosse atender a reivindicação, elevaria em R$ 200 milhões a mais os gastos com a folha da Educação só neste ano.

Rdnews

Link da Notícia

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.