public Notícia
Home/ Notícia

Ministério da Saúde libera R$ 61 mi a MT

OMinistério da Saúde depositou nesta quarta (24), na conta do Fundo Estadual de Saúde, recursos na ordem de R$ 61 milhões para serem utilizados no custeio em ações de alta complexidade. A liberação integra o esforço da bancada de Mato Grosso no Congresso Nacional, coordenada  pelo deputado federal Neri Geller (PP), em conjunto com o Governo do Estado. O recurso deve ser aplicado na  melhoria do atendimento em saúde pública da população.

O comunicado da liberação foi feita ao senador Wellington Fagundes (PL ), pelo ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello.  Ele ressaltou que todos os anos, a bancada mato-grossense trabalha articulada para garantir, por meio de emenda, maior quantidade de recursos para saúde. “É um setor onde o máximo que se investir ainda será pouco tamanho, devido a alta demanda”, disse.

  Wellington fez questão de destacar o bom relacionamento que o ministro interino da Saúde vem procurando manter com os parlamentares na condição de interlocutores dos anseios da população. Em vídeo conferência na sessão da Comissão Mista da Covid-19, lembrou que há menos de um mês esteve no Ministério reivindicando respiradores para as unidades de saúde de Mato Grosso, onde os casos do novo Coronavírus se agravaram.PUBLICIDADE

“Esses equipamentos já chegaram a Mato Grosso, 55 respiradores, e o Governo do Estado está implantando, principalmente no caso da região Sudeste, no município de Alto Araguaia, de Campo Verde, de Primavera e também em Rondonópolis. E há outros equipamentos que também estão sendo implantados no restante do Estado, lembrou.

Hospital de Campanha

Na conversa com o Pazuello, Wellington relatou preocupação com os indígenas da região do Vale do Araguaia. O senador  informou ao ministro interino que o problema envolvendo os grupos   da área está “praticamente sem controle”.

Segundo Wellington, a proximidade das reservas com a cidade é preocupante. Por isso, muitos  índios preferem ficar reclusos, outros, no entanto, querem sair para a cidade.

No começo da semana, Wellington  disse ao ministro Pazuello  que se reuniu com a deputada federal Rosa Neide (PT) em  Barra do Garças, e, juntamente com lideranças da região, discutiram a situação dos indígenas. No município, das 30 UTIs, 26 já estão ocupadas por indígenas. Ou seja, pode faltar leitos. 

“Estamos buscando inclusive a possibilidade de um hospital de campanha. Temos lá o Exército Brasileiro e talvez haja uma forma de haver uma ajuda maior”, concluiu.

Ainda em 29 de maio, a bancada federal de Mato Grosso, por iniciativa de Rosa Neide, que é integrante da Frente Parlamentar em Defesa dos Povos Indígenas, enviou ofício ao presidente Jair Bolsonaro solicitando que o Governo Federal adotasse  medidas para reforçar o atendimento emergencial aos povos indígenas durante a pandemia de Covid-19. Entre as medidas solicitadas, estão a construção de hospitais de campanha e de UTIs para atendimento exclusivo desta população. Por enquanto, nenhuma reivindicação foi atendida. (Com Assessoria)


  • message
    Postado por
    Rádio Princesa FM
  • today
    Data
    25 de junho de 2020
  • folder
    Categoria
    Saúde
  • code
    Feito por
    Sistema Plug

more Leia também


share Publicidade


cloud Previsão do Tempo


thumb_up_alt Social Aplicativo

Logo

Rádio Princesa FM

Rua Centro Sul, S/N

Vila Nova, Juruena - MT
78.340-000
Telefone: +55 (66) 3553-1029
Copyright © 2020 Sistema Plug Todos os direitos reservados
Desenvolvimento Web Plug | J.S