Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Juíza condena amante por morte de dentista em Cáceres

Postado em 06/06/2019 por

Compartilhe agora.
juina news

A Justiça condenou Brenda Afonso Lopes, de 25 anos, a 23 anos e 4 meses de prisão, em regime fechado, pela morte do dentista Guilherme José Mancuso durante a tentativa de roubo da caminhonete dele, em Cáceres (a 220 km de Cuiabá). O crime ocorreu no dia 19 de julho de 2018.

 

A decisão é da juíza Graciene Pauline Mazeto Corrêa da Costa, da Segunda Vara Criminal e Cível de Cáceres, e foi proferida no dia 27 de maio. Na decisão, a magistrada condenou o executor do crime, Devail da Silva Monteiro, de 28 anos, à mesma sentença.

 

 

Segundo consta nos autos, a jovem seria amante do dentista e o atraiu para o local onde foi morto sob falso pretexto de um encontro. A magistrada afirmou que tal conduta impossibilitou a defesa da vítima, pois Guilherme foi enganado por Brenda.

 

“Verifico a presença da agravante do art. 61, inciso II, alínea “c”, do Código Penal, eis que crime foi cometido por recurso que dificultou a defesa da vítima (dissimulação e traição), pois a ré iludiu a vítima, fazendo-a crer que ali estavam para um encontro amoroso, o que permite o incremento da pena na fração de 1/6, encontrando-a em 23 anos e 4 meses de reclusão”, proferiu.

 

Conforme a denúncia do Ministério Público Estadual (MPE), a mulher, com ajuda de dois comparsas – sendo Devail Monteiro um deles -, planejava roubar a caminhonete Hillux do dentista.

 

Brenda era amante dentista e o atraiu para um encontro amoroso na sua casa.

“Destaca-se do conjunto probatório que, liderados por Devail, a denunciada Brenda, a qual valeu-se da intimidade alcançada com o mencionado relacionamento extraconjugal com a vítima, arquitetaram um plano criminoso para roubar a camionete da mesma, porém, o roubo restou frustrado, ante a reação da vítima, que acabou sendo alvejada com arma de fogo, ocasionando sua morte”, afirmou a juíza.

 

Naquela noite, Guilherme dirigia a caminhonete com a amante no banco do passageiro. Ao parar em frente à sua residência para esperar o portão abrir, ele foi abordado pelos acusados.

 

Uma câmera de segurança registrou a dupla chegando em uma moto.

O dentista tentou fugir, mas ao acionar a ré, acabou colidindo o veículo no muro de uma casa.

Ainda segundo o MPE, a vítima tentou reagir ao assalto, sendo baleada por Devail.

Após o crime, os homens fugiram de moto, mas Brenda permaneceu no local.

 

Pelas imagens de segurança, a jovem é vista pedindo ajuda a vizinhos. Porém, ela deixou a cena do crime antes da Polícia Militar chegar. 

juina news

Link da Notícia

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.