Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Mulher encontrada morta deixa bilhete e culpa namorado: “Se eu sumir, foi o Diego”

Postado em 21/08/2020 por

Compartilhe agora.

Se eu sumir, foi o Diego”, diz um bilhete deixado pela jovem Oriany dos Santos Barbosa, de 28 anos, dada como desaparecida desde domingo (16), e encontrada morta no começo da tarde desta quinta (19), na região do Capão do Pequi, em Várzea Grande. O principal suspeito do crime seria o namorado já que ela deixou o bilhete informando que ele era o responsável pelo seu sumiço. Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) está investigando o caso.

A família de Oriany esteve ontem no IML para fazer o reconhecimento do corpo. De acordo com o boletim de ocorrência registrado pela família da moça, Diego realmente é o namorado dela e tem vasta ficha criminal, conforme a família informa no BO.

 Ele já foi preso pelos crimes de roubos e furtos, além de fazer uso de drogas. Além disso, ainda consta contra ele uma acusação de violência doméstica, em que agrediu Oriany e a mãe dela.

O corpo de Oriany estava em decomposição, quando foi encontrado. Testemunhas informaram que o agressor faz uso de tornozeleira eletrônica, o que pode ajudar na identificação do autor do crime. 

Corpo encontrado

Segundo a Polícia Militar, moradores da região acionaram a polícia após encontrarem o corpo de uma mulher, aparentemente de 30 anos em avançado estado de decomposição. Em um matagal próximo à região do bairro Sete de Maio, em Várzea Grande. As circunstâncias do crime ainda são apuradas.

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.