Ouça agora na Rádio

Ouça agora

OAB lamenta fechamento da DPU de Juína

Postado em 08/12/2020 por

Compartilhe agora.

Criada para auxiliar e dar assistência jurídica gratuita à população de Mato Grosso, a Defensoria Pública da União (DPU) vai fechar a unidade em Juína, com uma média de 41 mil habitantes, e inaugurar sede em Rondonópolis, com 236 mil moradores. A notícia pegou a todos de surpresa que ficaram preocupados com o fechamento da DPU no município. O presidente da OAB Subseção de Juína Nader Thomé Neto falou com o Juína News e lamentou o fechamento da Defensoria Pública da União, que é um órgão ligado a justiça federal e criada para atender a população carente, acelerando processos de aposentadorias e agilizando outros processos que são benéficos para a população. Nader ressaltou ainda que qualquer órgão público que se fecha na cidade de Juína é sempre uma grande perda, pois as conquistas para se conseguir as instalações deles na cidade são árduas e depende muito da demanda exigida, e afirmou que com o fechamento do órgão na cidade de Juína, os processos que estavam em poder da DPU passam a ser de responsabilidade da justiça comum, onde a morosidade no atendimento é imensa. A retirada do órgão da cidade de Juína, afeta toda região noroeste que ainda não sabem como ficará o funcionamento da unidade de forma remota. O presidente da OAB disse não entender os argumentos para a retirada da DPU da cidade de Juína, onde as alegações são de que o município de Rondonópolis possui uma demanda maior de pessoas, fato que no entender do presidente ocorre em todos os municípios do estado, sendo viável que uma nova Defensoria Pública da União fosse criada naquele município sem ter a necessidade de remover o órgão da cidade de Juína, porém, há várias formas de se interpretar esta ação, uma vez que os defensores ao passar em concursos públicos, prefere residir em cidades maiores e mais próximos aos grandes centros, não levando em conta a necessidade da população, e acredita que se houvesse um maior desempenho por parte da classe política que representa a região noroeste talvez não fecharia. De acordo com a OAB, subseção de Juína, deveria haver um debate com a sociedade para resolver o problema para não deixar as pessoas que mais necessitam sem atendimento, uma vez que mesmo ficando com o atendimento online, muitas pessoas terão dificuldades em acesso, haja visto que a população que necessita da DPU é em sua maioria pessoas carentes.

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.