Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Polícia Civil de Juína, elucida crime de homicídio próximo ao terminal rodoviário.

Postado em 06/06/2019 por

Compartilhe agora.
juina news

Um crime brutal cometido na madrugada da última segunda-feira dia 03 de junho, foi desvendado pela polícia civil da cidade de Juína, onde teve como vítima Claudinei de Souza de 28 anos, que no dia dos fatos não havia sido identificado.

O crime aconteceu na região central da cidade onde muitos dos comércios possuem circuito de câmera de segurança e monitoramento, a polícia solicitou imagens de alguns comércios e lá percebeu que uma pessoa de cor morena havia atacado a vítima Claudinei de Souza com golpes de faças.

Policiais da delegacia regional fizeram um trabalho de investigação com pessoas que ficam nas proximidades da rodoviária e descobriu que o autor do crime era um rapaz de nome Edmilson Batista de Souza de 38 anos de idade, vulgo Negão. Sendo que logo após cometer o crime, Edmilson aparece em companhia de duas pessoas que segundo boletim de ocorrências narra que ambas ouviram Edimilson dizer que iria matar a vítima, pois o mesmo era cagueta.

Edmilson estava hospedado em um hotel da cidade de Juína, onde policiais foram até o estabelecimento e fizeram uma checagem na ficha do mesmo, que já havia fechado sua conta, mas havia deixado uma mala com seus pertences para buscar a noite.
Dentro da referida mala havia documentos e fotos de Edmilson que foi reconhecido pelas testemunhas como sendo o autor do crime.

Por volta das 19:00h do dia 04 de junho, policiais viram o suspeito em frente a uma loja de eletrodoméstico próximo ao terminal rodoviário, onde o mesmo foi abordado e não esboçando nenhuma reação confirmou de imediato que era o autor do crime de homicídio, e que pretendia voltar ao hotel para pegar sua mala e sair da cidade.

Em seu depoimento Edmilson afirmou não estar arrependido de ter cometido o crime, porém ao ter seus dados lançado no sistema da polícia foi constatado que o mesmo já é um velho conhecido do meio policial, tendo passagens na cidade de Tangará da Serra, onde responde por ações penais, e também na cidade de Brasnorte onde responde por outros crimes também, sendo que na cidade de Juína o mesmo já cumpriu pena por porte ilegal de arma de fogo.

Sobre a arma do crime Edmilson ressaltou que após ceifar a vida da vítima, dispensou a faca em uma lixeira próximo ao local do crime, onde os policiais não a encontraram, e durante o tempo em que ficou foragido, Edimilson disse que passou todo o tempo nas proximidades da igreja catedral de Juína, onde ficou escondido esperando anoitecer para empreender fuga da cidade de Juína.
O suspeito foi preso em flagrante por crime de homicídio.

 
 
  •  

juina news

Link da Notícia

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.