Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Polícia Civil prende traficante com R$ 15 mil adquiridos com a venda de entorpecentes

Postado em 02/08/2019 por

Compartilhe agora.
juina news
Um traficante foi preso em flagrante pela Polícia Civil, na tarde de quarta-feira (31.07), após ser flagrado pela equipe da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE) com R$ 15 mil em dinheiro, adquiridos através de uma grande comercialização de entorpecente.
 
O suspeito, Júlio César dos Santos Souza, 26, foi preso quando desceu do ônibus na Rodoviária de Cuiabá, transportando o dinheiro em uma mochila e foi autuado pelo crime de associação para o tráfico.
 
A equipe de investigadores da DRE já investigava o suspeito há algum tempo, uma vez que tinha vários levantamentos sobre sua atuação com o comércio de entorpecentes. Na quinta-feira (31), os policiais receberam a informação de que o traficante chegaria a Rodoviária do Coxipó, em Cuiabá, com grande quantia de dinheiro em espécie e drogas ilícitas.
 
Segundo as investigações, o dinheiro seria produto do comércio de drogas, uma vez que o suspeito comumente fazia viagens a Mato Grosso do sul com a finalidade de transportar, vender e entregar entorpecentes.
 
Com base nos indícios, os policiais realizaram a abordagem do traficante, no momento em que ele chegou a rodoviária. Questionado, ele disse não portar nenhum produto ilícito, porém em buscas em sua mochila, os policiais encontraram a quantia de R$ 15 mil em espécie, a qual o suspeito no momento não soube explicar a origem.
 
Diante do flagrante, o investigado foi conduzido a DRE, onde durante interrogado pelo delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, confessou que o dinheiro é fruto de uma comercialização de 100 quilos de maconha. “Diante das evidências, o suspeito foi autuado em flagrante por associação para o tráfico, uma vez que foi flagrado com o dinheiro adquirido com a atividade ilícita”, disse.

juina news

Link da Notícia

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.