Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Residência de estuprador confesso é incendiada em Sorriso

Postado em 19/06/2020 por

Compartilhe agora.
juina news
A residência localizada no bairro São José, onde morava Jonatan Nicolas Duarte, de 20 anos, assassino confesso de uma menina, de 8 anos, que foi estuprada e morta, foi incendiada, ontem à noite. Populares começaram a combater as chamas e, posteriormente, o Corpo de Bombeiros atuou com Caminhão Auto Bomba Tanque (ABT). A preocupação era que o fogo se alastrasse para as residências vizinhas.
 
A residência de Jonatan fica aos fundos da casa da sua mãe, que não mora mais no local. A mulher já havia registrado boletim de ocorrência, relatando, que sua irmã havia mandado áudio de WhatsApp, onde alguém ameaçava colocar fogo em sua casa e ‘pegar’ algum da família para se vingar.
 
O delegado de Polícia Civil André Ribeiro, informou, ao Só Notícias, que já foi notificado da situação, inquérito policial será aberto e o autor se identificado será preso.
 
O crime, conforme Só Notícias já informou, foi no bairro São José. O delegado informou que o exame de necropsia do Instituto Médico Legal (IML) confirmou que a menina foi violentada sexualmente e teve o pescoço quebrado.
 
A criança estava sozinha em casa, quando o criminoso, que é um vizinho, invadiu o local e iniciou o abuso sexual. “Ele confessou que estava fazendo uso de entorpecente e ingerindo bebida alcoólica. Antes de ir dormir, resolveu praticar este ato bárbaro. Depois, cobriu ela e a deixou como se estivesse dormindo”, disse. A mãe, que chegou em seguida, encontrou a filha desmaiada e pediu ajuda para moradores. A criança chegou a ser encaminhada para o Hospital Regional de Sorriso.
 
De acordo com as informações repassada à polícia, a menina pediu para ficar em casa para brincar com outras crianças do bairro, enquanto a mãe foi trabalhar. “A família da vítima é trabalhadora e cuidava da menina. Ela sempre ficava na casa do pai, só que, neste dia, quis ficar em casa porque estava brincando de pular corda com as crianças na rua”, acrescentou.
 
O bárbaro crime mobilizou a Polícia Civil de Sorriso. “Todos os policiais pararam suas funções e se dedicaram a este caso. Logramos êxito em capturar o suspeito. Foi ouvido e mentiu. Começamos a juntar provas e ele acabou confessando”, expôs.

juina news

Link da Notícia

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.