Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Só vi defendendo os barões, diz Botelho sobre atuação de Fávaro como senador

Postado em 09/10/2020 por

Compartilhe agora.

Liberado para apoiar qualquer um dos 11 candidatos ao Senado, o presidente da Assembleia, deputado Eduardo Botelho (DEM), diz que ainda analisa as propostas dos postulantes para declarar voto. O democrata disse que ainda não sebe se seguira o apoio do governador Mauro Mendes ao senador interino Carlos Fávaro (PSD), já que não viu propostas que não sejam para defender os interesses dos “barões do agronegócio”.

Botelho também não confirmou se segue o grupo do senador Jayme Campos, que levou o DEM para a chapa do candidato Nilson Leitão (PSDB), indicando, inclusive, o ex-governador Júlio Campos para a 1ª Suplência.

“Aguardo para ver quem tem uma proposta específica para a Baixada Cuiabana, agricultura familiar, os pequenos, pois propostas para defender os barões muitos tem. Pelo que vejo, a maioria, quando entra lá (Senado), é só para defender os barões. Não precisamos disso. Precisamos de senadores que vão para lá defender o Estado e, sobretudo o pequeno (produtor). O agro é importante para nós, mas precisa lembrar do povo da baixada cuiabana, do agricultor, do feirante, ambulantes”, disse, durante evento do Governo de Mato Grosso para a assinatura do contrato de finalização da obra do Hospital Instituto Lions da Visão.

O presidente da Assembleia também criticou candidatos bolsonaristas, que tentam vincular as suas candidaturas à imagem do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), com o objetivo de arrancar alguns votos com o eleitorado do Capitão. Em Mato Grosso, apenas a tenente-coronel Rúbia Fernanda (Patriota) tem apoio oficial do chefe da Nação.

“Tem gente que está querendo virar papagaio de Bolsonaro. Ele não tem nem o (apoio do) Bolsonaro e coloca foto, faz selfie. Então está tendo de tudo. Acho que precisamos de propostas diferentes e escolher o candidato que defende Mato Grosso”, pontuou.

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.