Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Soldado demitido da PM por abandono de cargo é morto a tiros em garimpo no Pará

Postado em 25/06/2019 por

Compartilhe agora.
juina news
O ex-soldado Cleiton Xavier Costa, que atuou na Polícia Militar de Mato Grosso, foi morto a tiros em uma região rural do de Itaituba, no Pará, na tarde de sábado (22). Ele havia sido alvo de um processo demissório da PM-MT, por ter abandonado a função.
 
De acordo com o site Notícia Exata, ele estava trabalhando no garimpo Água Branca, em Itaituba, e morava em uma casa nas proximidades do local. Ele retornava para a residência, junto com o irmão e um funcionário, quando foi atingido pelos disparos.
 
Segundo a Polícia Militar do Pará, ainda não há informações sobre as identidades dos responsáveis pelo crime. Ninguém foi preso até o momento. Os criminosos teriam fugido por uma área de mata da região.
 
O irmão e o funcionário que acompanhavam o ex-PM disseram que correram no momento dos disparos e não viram os suspeitos. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil do Pará.
 
Cleiton ingressou na Polícia Militar de Mato Grosso em 2008. Ele trabalhou em Alta Floresta e Carlinda. Em 2016, foi transferido para Cuiabá, porém nunca se apresentou na Capital.
 
Por ter deixado as fileiras da PM sem justificativa, o soldado tornou-se alvo de um processo demissório, instaurado há três anos. A conclusão do procedimento, porém, foi adiada, pois Cleiton alegou problemas psiquiátricos.
 
Conforme a PM, desde o início de 2018, ele desapareceu e não justificou as ausências nos andamentos do procedimento contra ele. Em razão disso, tornou-se alvo de um processo de deserção, que ainda estava em andamento. 
 
Segundo a Polícia Militar, o processo demissório dele foi finalizado neste ano, mesmo com o desaparecimento do soldado, com parecer unânime pela exclusão do policial da fileiras da PM, por ter abandonado suas funções.

juina news

Link da Notícia

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.