Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Polícia Civil prende homem que matou idoso a facadas em Juína

Postado em 30/08/2021 por

Compartilhe agora.

A polícia judiciária civil de Juína/MT esclareceu mais um homicídio ocorrido no município bem como identificou o autor que foi preso ontem na cidade de Colniza. A ação ocorreu durante a operação integrada Gold And Earth Risp 8 sob o comando do delegado de polícia Philipe De Paula Da Silva Pinho com uma junção de policiais civis de Juara, Juína, Cotriguaçu e Tangará da Serra.

O inquérito policial que apurou o assassinato em Juína foi presidido pelo delegado titular da delegacia de Juína doutor Marco Bortolotto Remuzzi que após investigações da equipe de policiais civis representou na época pelo pedido de prisão preventiva do acusado que estava foragido.

Relembre o caso: Idoso é assassinado violentamente em Juína

O homicídio ocorreu no dia 06 de fevereiro, na rua Itanhaém no Bairro Módulo 06 (Coabe), onde a vítima, Léo Espirito Santo, de 60 anos de idade, foi assassinado a golpes de faca dentro de sua própria residência.

Na noite do crime o suspeito, a esposa dele e a vítima estavam consumindo bebida alcoólica quando houve o crime.  Um casal que havia ido até a residência disse que foi comprar droga e presenciou uma briga da vítima com uma terceira pessoa que após cometer o crime fugiu do local.

Segundo as investigações, a vítima foi morta porque naquela noite quando todos consumia bebida alcoólica e fazia uso de entorpecentes, ela teria assediado a esposa de Adalberto que não gostou da situação, e tomado de ciúmes desferiu vários golpes de faca contra a vítima ceifando sua vida.

Após a conclusão do inquérito policial e identificação do autor, não foi possível efetuar a prisão do suspeito que foragiu da cidade, no entanto, policiais civis de Juína descobriram seu paradeiro e após trocas de informações ele acabou sendo preso por policiais civis de Colniza por força de um mandado de prisão preventiva.

O acusado do crime Adalberto Amelino Bonfim foi preso e se encontra a disposição da justiça.

Também participaram da ação policiais civis de Juara, e GOE.  

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.